Alunos e professora de Nutrição visitam empresa Cocam

Os alunos do 3º ano de Nutrição do Imes Catanduva, acompanhados da Profa. Dra. Maria Luiza Silva Fazio, realizaram uma visita técnica na empresa Cocam – Cia. de Café Solúvel e Derivados, no dia 08 de julho. O objetivo foi conhecer o processo de fabricação do café solúvel, como complemento para a disciplina Tecnologia dos Alimentos. “A visita foi importante para que os estudantes conhecessem os equipamentos e o processamento desse tipo de café. Todos gostaram muito”, comentou a professora Maria Luiza.
Os funcionários da empresa Roseani Caseri Pereira (Engenheira de Alimentos-Garantia da Qualidade), Matheus (Gestão de Pessoas) e Adriano (Segurança do Trabalho) também acompanharam os visitantes.

20031579_1593135610758908_879259458095257384_n

Professoras do Imes publicam artigo científico em revista de saúde

As professoras do curso de Nutrição do Imes Catanduva Dra. Maria Luiza Silva Fazio e Fernanda Colosio Calil publicaram artigo na revista científica “Higiene Alimentar”, edição de maio/junho de 2017 (v. 31, n. 268/269). Com o título “Ação de diferentes extratos de algumas variedades do gênero Capsicum sobre o desenvolvimento bacteriano”, o trabalho procurou avaliar a ação antibacteriana de extratos de algumas variedades de pimentas de forma individual e combinada sobre Samonella Tiphymurium, Samonella Enteritidis, Staphylococcus aureus, Bacillus cereus e Bacillus subtilis. “A ação inibitória mais significativa foi observada pela ação do extrato de Trinidad Scorpion sobre S. aureus (halo de 15 mm) e pela combinação dos extratos de pimenta Baiana e Cumari do Pará sobre B. subtilis (halo de 15 mm). A bactéria Staphylococcus aureus foi inibida significativamente pelo maior número de extratos (6). Nenhuma variedade de pimenta ou combinação das mesmas exerceu ação significativa sobre S. Enteritidis”, explicou a professora e orientadora da pesquisa Maria Luiza.
O artigo é baseado no Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Viniccius Silva de Almeida, ex-aluno do curso de Nutrição, e foi publicado com colaboração de Cassio Favorato Casemiro, ex-aluno do curso de Nutrição, e Mairto Roberis Geromel, técnico de laboratório, além da orientadora Maria Luiza e da professora Fernanda.

tccc--

Alunos de Nutrição visitam empresa Matilat

 

Os alunos do 3º ano do curso de Nutrição do Imes Catanduva realizaram, na manhã de hoje, sexta-feira, uma visita técnica na empresa Matilat, acompanhados da Profa. Dra. Maria Luiza Silva Fazio. O objetivo foi conhecer o processo de fabricação de derivados, como complemento para a disciplina Tecnologia dos Alimentos.
“A visita foi importante para que os alunos conhecessem o processamento do leite e seus vários derivados. Todos gostaram muito e ficaram maravilhados com o trabalho lá realizado”, comentou a professora Maria Luiza.
Duas funcionárias da Matilat, Paloma (Controle de Qualidade) e Chaiene (Segurança do Trabalho), acompanharam os visitantes.

Professora do Imes publica novo artigo na área de Nutrição

 

A Profa. Dra. Maria Luiza Silva Fazio, do curso de Nutrição do Imes Catanduva, publicou novo artigo na revista científica “Higiene Alimentar” (edição de março/abril 2017, v. 31, n. 266/267 – foto abaixo), desta vez com o título “Atividade antibacteriana de extratos aquosos de açafrão, cominho, estragão, endro e tomilho”, também de autoria de Thaís Possetti Sangaleti, ex-aluna do curso de Nutrição, e Mairto Roberis Geromel, técnico de laboratório do Imes. “A pesquisa objetivou verificar a ação antimicrobiana dos extratos aquosos de açafrão (Curcuma longa), cominho (Cuminum cyminum), estragão (Artemisia dracunculus), endro (Anethum graveolens) e tomilho (Thymus vulgaris) de forma individual e combinada sobre Samonella Tiphymurium, Samonella Enteritidis, Staphylococcus aureus, Bacillus cereus e Bacillus subtilis. Por meio dos resultados obtidos, foi possível observar os fenômenos de sinergismo e antagonismo entre os extratos, destacando-se a combinação sinérgica entre cominho e tomilho, capaz de inibir três das cinco bactérias empregadas (Samonella Tiphymurium, Samonella Enteritidis e Bacillus subtilis). Salmonella Enteritidis apresentou maior sensibilidade entre os microrganismos testados (inibida por 7 dos 15 extratos testados) e o maior halo de inibição registrado resultou da ação do extrato combinado de endro e tomilho sobre Salmonella Typhimurium (halo de 19 mm)”, explicou a professora Maria Luiza, orientadora do trabalho.

png-malu-OKKKK

Docente de Nutrição ministra palestra em Pós na Unesp

A professora Dra. Maria Luiza Silva Fazio, docente no curso de Nutrição do Imes Catanduva, ministrou, no último dia 21, palestra como professora convidada para o curso de Pós-Graduação em Engenharia e Ciência de Alimentos na disciplina Microbiologia de Alimentos. A aula apresentou como tema “Metabolismo de Bactérias, Fungos e Leveduras”, abordando as etapas essenciais do metabolismo e crescimento microbiano.

17498860_1455452274527243_8529706239354131582_n

Professora e ex-aluno do Imes publicam artigo na área de Nutrição

 

A Profa. Dra. Maria Luiza Silva Fazio, do curso de Nutrição do Imes Catanduva, publicou novo artigo na revista científica “Higiene Alimentar” (edição de janeiro/fevereiro de 2017, v. 31, n. 264/265), com o título “Determinação do potencial antibacteriano das especiarias Hibiscus sabdariffa, Carum carvi, Sesamum indicum, Foeniculum vulgare e Trigonella foenum-graecum”, desenvolvido por Viniccius Silva de Almeida, ex-aluno do curso de Nutrição, Isabella Biassi Geromel e Felipe Pinheiro do Prado Felinto, alunos do curso de Medicina da Universidade São Francisco, Mairto Roberis Geromel, técnico de laboratório do Imes, e Maria Luiza Silva Fazio, orientadora.
“O trabalho apresentou como objetivo verificar a possível ação das especiarias hibiscus (Hibiscus sabdariffa), kummel (alcaravia)(Carum carvi), gergelim preto (Sesamum indicum), funcho (Foeniculum vulgare) e feno grego (Trigonella foenum-graecum) sobre algumas bactérias (Bacillus cereus, Bacillus subtilis, Salmonella Typhimurium, Samonella Enteritidis e Staphylococcus aureus). A bactéria inibida significativamente pelo maior número de extratos (6) foi S. Enteritidis, destacando-se a ação do extrato combinado de hibiscus e gergelim preto (halo de 21mm), hibiscus individual (halo de 18mm) e do extrato combinado de hibiscus e feno grego (halo de 14mm). Apresentou destaque a ação dos extratos aquosos de hibiscus individualmente e combinado sobre S. Enteritidis e S. Typhimurium”, explicou a professora Maria Luiza.

Professora e ex-aluna de Nutrição publicam artigo em revista

 

A Profa. Dra. Maria Luiza Silva Fazio, do curso de Nutrição do Imes Catanduva, publicou recentemente artigo na revista científica “Hígia Ciência” (2017, v. 3, n. 1), com o título “Qualidade Microbiológica de Alcatra, Coxão Mole, Filé Mignon, Lagarto e Patinho In Natura Comercializados na Região de Itápolis-SP”. A pesquisa teve como autores Doralice Ap. da Costa, ex-aluna do curso de Nutrição, Mairto Roberis Geromel, técnico de laboratório, e Maria Luiza Silva Fazio, orientadora.
“Vários pratos elaborados com carne crua são considerados risco para a saúde  do   consumidor,   como   carpaccio,   quibe   cru,   beef   tartare   ou   hackepeter. Todas as amostras estavam em desacordo com o padrão federal vigente, podendo ser classificadas como “produtos em condições sanitárias insatisfatórias” e, por conseguinte, “produtos impróprios para o consumo humano”. Evidenciou-se a necessidade de os manipuladores serem submetidos a treinamentos periódicos que abordem as Boas Práticas de Fabricação, possibilitando a obtenção de alimentos seguros, ou seja, que não coloquem em risco a saúde do consumidor”, comentou a professora Maria Luiza.